O equipamento de proteção individual, de fabricação nacional ou importado só poderá comercializado ou utilizado com a indicação do Certificado de Aprovação (CA), expedido pelo órgão nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho do Ministério do Trabalho e Emprego. Dentre as atribuições exigidas pela NR 6, cabe ao empregador as seguintes obrigações: adquirir o EPI adequado ao risco de cada atividade; exigir o seu uso; fornecer ao trabalhador somente o equipamento aprovado pelo órgão, nacional competente em matéria de segurança e saúde no trabalho; orientar e treinar o trabalhador sobre o uso adequado, guarda e conservação; substituir imediatamente o EPI, quando danificado ou extraviado; responsabilizar-se pela higienização e manutenção periódica; e comunicar o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE) qualquer irregularidade observada.

DICAS PARA O EMPREGADO

O colaborador deve observar as seguintes obrigações: utilizar o EPI apenas para a finalidade a que se destina; responsabilizar-se pela guarda e conservação; comunicar ao empregador qualquer alteração que o torne impróprio ao uso; e cumprir as determinações do empregador sob o uso pessoal.

Dicas de Segurança Gerais
Não ligue vários equipamentos elétricos em uma mesma tomada; previna incêndios.
Observe o estado de conservação e prazo de validade dos equipamentos de segurança da empresa.
As saídas de emergência devem estar livres para o caso de algum incidente.
Mantenha os pontos de emergência devidamente sinalizados, como as saídas de emergências, alarmes, localização de extintores, etc.
Após o expediente, ao sair de seu local de trabalho verifique se todas as portas e janelas estão fechadas e não esqueça de acionar o alarme, caso haja. Mantenha o estoque de material de limpeza em local apropriado.
S.O.S EPI´S A SUA SEGURANÇA É O NOSSO COMPROMISSO